POLÍCIA CIVIL RECEBE DOAÇÃO DE 49 FUZIS DO INSTITUTO CULTURAL FLORESTA

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Quarenta e nove fuzis automáticos da Marca Taurus vão reforçar o arsenal da Polícia Civil no Rio Grande do Sul a partir desta quarta-feira (22). Com quatro carregadores de 30 tiros cada e calibre 5.56, os fuzis de modelo T4 foram doados pelo Instituto Cultural Floresta. A entrega das armas ocorreu durante cerimônia no auditório do Palácio da Polícia, com a presença do Secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer, e do chefe de Polícia, Emerson Wendt.

As armas serão disponibilizadas ao Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) e ao Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), além das Delegacias Especializadas em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec), conforme prevê legislação específica.

Segundo a fabricante brasileira dos fuzis, o modelo T4 integra uma série tática desenvolvida nos mais autos padrões de qualidade e segurança do mundo. Essas armas podem ser utilizadas tanto no modo automático quanto no semiautomático, devido ao alcance do calibre e ao seu poder de perfuração. Também contam com quatro trilhos picatinny, os quais permitem que sejam acoplados diversos tipos de acessórios, como miras e lanternas.

Além disso, possuem coronha telescópica, dimensões e peso reduzidos, o que facilita o transporte dentro de viaturas e o deslocamento em ambientes confinados.

Participaram da entrega dos fuzis o subchefe de Polícia, delegado Leonel Fagundes Caivali; o diretor da Divisão de Armas, Munições e Explosivos, delegado Anderson Spier; a diretora do Departamento de Administração Policial, delegada Elisangela Piccoli de Bastiani, e o presidente do Instituto Cultural Floresta, Leonardo Fração; além de outras autoridades policiais.

Instituto Floresta

Com sede em Porto Alegre, o Instituto Cultural Floresta é uma instituição sem fins lucrativos, cujo objetivo é contribuir com o crescimento do Rio Grande do Sul, por meio da educação e do combate à violência. Também trabalha para a valorização dos profissionais da área da segurança e suas famílias, bem como para aumentar a confiança entre comunidade e policiais.

Fonte: Ascom Polícia Civil