INSTABILIDADE AVANÇA E PODE PROVOCAR TEMPORAIS EM PARTE DO RS

Foto: Fabiline Backendorf

Boletim meteorológico alerta para a possibilidade de altos volumes de chuva, fortes rajadas de vento e granizo no Rio Grande do Sul entre terça e quarta-feira (13 e 14). Conforme o aviso, áreas de instabilidade que atuam na Argentina devem começar a avançar durante a noite desta segunda (12) pelas fronteiras do estado. As informações são da Sala de Situação da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema).

Nesta terça, as instabilidades avançam ao longo do dia e podem provocar chuvas fortes e temporais isolados desde o Oeste/Noroeste até parte do Centro e Sul. Depois, elas seguem avançando rumo à capital e ao Norte entre o final da terça e a quarta.

Na Região Metropolitana, as pancadas podem ser fortes, mas o risco maior fica para as áreas do Noroeste, como os arredores de São Borja, e do oeste, como Uruguaiana, Itaqui até Quaraí. Também atingirá parte da Campanha, entre Rosário do Sul e Cacequi, e Bagé. Outra área de grande risco é o Extremo Sul, mas também pode haver temporais isolados entre São Lourenço e Pelotas, além de pontos do Litoral.

O padrão irregular das precipitações não gera problemas de déficit hídrico em nenhuma região porque as chuvas atingem os pontos em momentos distintos. O comportamento das temperaturas está dentro do esperado, com grande amplitude térmica – compatível com a época do ano – e agora com padrões de tarde mais quentes típicas da estação.

Na quarta, as chuvas fortes devem se concentrar na Metade Norte. Na Metade Sul ainda chove, mas no decorrer do dia a nebulosidade perde força, dando lugar a uma nova massa de ar seco, empurrada pelos ventos do quadrante Sul.

Fonte: Sema