Sicredi já supera R$ 450 mil em doações às entidades através da “Juntos Fazemos o Bem”

Para contribuir com o desenvolvimento social dos municípios na sua área de atuação, a Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG realiza, desde janeiro deste ano, a ação solidária “Juntos Fazemos o Bem”. Através da iniciativa, uma porcentagem dos recursos investidos pelos associados em depósitos a prazo, é revertida às entidades sociais, indicadas pelos próprios associado. Até o dia 24 de agosto, já foram destinados mais de R$ 450 mil, somando 3.163 doações. Estão cadastradas e aptas a receber os recursos 286 entidades das regiões onde a Cooperativa atua nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Minas Gerais.

Uma das entidades indicadas e que está recebendo os recursos é a Associação Hospitalar Beneficente de Saudades/SC. O presidente da casa de saúde, Celito José Werlang, elogia a iniciativa da Cooperativa. “O Sicredi fez uma grande ação criando a Juntos Fazemos o Bem, pois assim consegue beneficiar muitas pessoas. Este gesto foi singular, mas de um benefício imensurável, pois estamos recebendo estes recursos e vendo o quanto eles são importantes para o hospital. Por isso, queremos que a nossa comunidade, os associados da Cooperativa, continuem contribuindo e indicado a nossa associação para receber estes valores. Confesso que quando fui formalizar esta parceria no Sicredi, não tinha ideia que pudesse ser uma verba tão significativa, que está nos ajudando nos gastos mensais. Tenho uma satisfação muito grande pelo que o Sicredi tem feito pelo nosso hospital e pela nossa sociedade. Por esta razão, estou muito feliz pela parceria que mantemos”, frisa Werlang.

Outra instituição contemplada com a Juntos Fazemos o Bem é o Hospital de Caridade de Erval Seco/RS. A tesoureira da casa de saúde, Anelise Haas, disse que a ação social é uma forma da Cooperativa colaborar com as entidades e também com a população que precisa dos serviços de saúde e é beneficiado. “Para nós é uma ação muito válida, porque atendemos 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS), então este valor é bem significativo e contribui muito para o nosso orçamento. Além disso, também recebemos uma ajuda financeira no início da pandemia, que usamos para a compra de medicamentos e de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), necessários para o momento. Este dinheiro também foi muito significativo, porque não contávamos com a necessidade de aplicarmos recursos nestas aquisições.  Para nós, o Sicredi se destaca como instituição financeira, pois se preocupa em ajudar as comunidades dos municípios onde está atuando”, ressalta Anelise.

A presidente da Cooperativa, Angelita Marisa Cadoná, destaca com alegria os resultados gerados pela solidariedade. “Quando iniciamos 2020, sequer imaginávamos que a pandemia chegaria e traria tantos desafios à saúde, às pessoas e à economia, desafios que exigiram inovação e muita cooperação para serem enfrentados e vencidos. Através da ação solidária, conseguimos potencializar a solidariedade e apoiar de forma direta e ágil as entidades, especialmente aquelas ligadas à saúde, que estão recebendo semanalmente as doações indicadas pelos associados. Isso está sendo muito positivo e ajudando a salvar vidas”, comenta a presidente.

Como funciona a ação solidária

Ao realizar aplicações financeiras na Cooperativa até 30 de novembro de 2020, o associado indica uma entidade de sua escolha, a qual receberá uma doação financeira. Para aplicações nos produtos de investimento: Sicredinvest, Sicredinvest Flex, Sicredinvest Evolutivo, Sicredinvest Exclusivo e RDC pré-fixado, com carência de no mínimo 90 dias a doação será de 0,20% sobre o valor aplicado, e com carência de no mínimo 180 dias, a doação será de 0,40% sobre o valor aplicado. As doações são realizadas pela Cooperativa, sem ônus para o associado. Para as doações que envolvam entidades de saúde (exclusivamente), os repasses estão sendo semanais, em função da pandemia. As demais entidades receberão o valor total das doações em dezembro de 2020.

A entidade que não for cadastrada, ainda pode realizar a adesão até o fim da ação, devendo ser uma instituição sem fins lucrativos, com atuação nas áreas educacional, recreativa, cultural, segurança e saúde. É necessário ser associada da Cooperativa, apresentar estatuto social atualizado e CNPJ ativo.

Para mais informações acesse: sicredialtouruguai.com.br/juntosfazemosobem

Fonte: Sicredi