Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG recebe premiação da Federasul

Para reconhecer o mérito de cases das cadeias produtivas do Agro que tenham contribuído para o desenvolvimento do Estado, a Federação de Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul) promoveu o 8º Prêmio Vencedores do Agronegócio e 4º Prêmio Elas no Agro. A Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG foi premiada na categoria Depois da Porteira, com o case “Desenvolvimento do agronegócio por meio do Programa Propriedade Sustentável”. O ato de entrega, com a participação da presidente da Cooperativa, Angelita Marisa Cadoná, aconteceu na quarta-feira, 30, durante a programação da Expointer 2020 Digital, transmitida de forma on-line no Facebook da Federasul, devido aos cuidados necessários pela pandemia da Covid-19.

Em nome dos mais de 82 mil associados da Cooperativa e dos cerca de 450 colaboradores, Angelita fez seu pronunciamento citando, inicialmente, parte da história do Propriedade Sustentável. O programa nasceu em 2013, já tendo sido contemplado com reconhecimento da Organização das Nações Unidas (ONU), através da FAO, por ser uma das boas práticas na área de produção de alimentos.

– Estamos felizes com esta premiação e por termos conseguido beneficiar mais de 200 famílias ao longo destes sete anos. Isso porque, a Cooperativa teve origem na agricultura familiar, sendo fundada por 20 produtores rurais, tendo nossa essência na cooperação e no propósito de sempre fazer juntos. Para alcançarmos êxito com o programa, contamos com a parceria do Sebrae RS e SC, com quem compartilhamos este reconhecimento. Hoje, na nossa carteira de crédito, em torno de 90% dos recursos são investidos na agricultura familiar e sempre nos preocupamos em desenvolver iniciativas para promover esta área. Inclusive, em parceria com a Emater/RS-Ascar, com a Sicredi Região da Produção e a Sicredi Raízes, lançamos em agosto um projeto, chamado “Juntos pelas Agroindústrias”, envolvendo 42 municípios e 200 agroindústrias, que receberão apoio e orientação por dois anos. Por tudo isso, com esta premiação, queremos reiterar o nosso compromisso com o setor, assegurar que continuaremos investindo no agronegócio, porque acreditamos na força e na importância que ele possui”, destaca Angelita.

A presidente da Federasul, Simone Leite, durante o evento, assegurou que as instituições foram premiadas por realmente desenvolverem grandes projetos que enaltecem a força do Rio Grande do Sul. “Com a premiação, queremos dar luz às iniciativas de sucesso, às inovações e à tradição gaúcha. Temos certeza que este reconhecimento simboliza também a capacidade dos produtores e instituições do Estado de continuarem fazendo a diferença. É por isso que enaltecemos a agricultura familiar que é modelo no Rio Grande do Sul e é exemplo em todo o país. Além do troféu, este é um agradecimento a cada um que ajuda a desenvolver o RS. Temos orgulho em celebrar grandes feitos como estes, destacados durante o 8º Prêmio Vencedores do Agronegócio e 4º Prêmio Elas no Agro”, finaliza Simone.

Fonte: Sicredi